Hunter Witches RPG Brasil
Bem Vindo!

Em um mundo aonde uma profecia previu o nascimento de dois gêmeos cujo se confrontariam pelo poder do maior mago existente na história, o planeta terra fora atingido por um feitiço feito por um deles assim ativando poderes ocultos em alguns humanos descendentes de bruxos passados, agora a caçada para guerreiros que possam ajudar ambos os lados se iniciava...

Qual será seu lado ?

O Lago Espelho

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

O Lago Espelho

Mensagem por Convidado em Dom Nov 25, 2012 12:35 pm


O Lago espelho, assim chamado por causa de suas águas serem extremamente cristalinas, fica no interior da floresta. Muitos magros elementais buscam esse lugar para se purificarem nessas águas, ele acreditam que ela contem uma força que possa limpar a alma e fortificar o espírito.
here's Convidado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Lago Espelho

Mensagem por Convidado em Qua Out 29, 2014 9:23 pm


I Lay With The Wolves


A única coisa que eu tinha a certeza plena era que precisava me transformar. A lua cheia brilhava lá no alto e sabia que em segundos estaria na minha outra forma. Caminhei mais rapidamente e sentia as pontas dos meus ossos se quebrarem, a dor era terrível e agonizante. Me segurei em uma árvore enquanto caminhava para longe dos arredores de Irmadim. O único local onde saberia que ninguém iria me ver, ver o meu pior lado. Soltei um grito alto, os pássaros ao redor voaram para longe. Assim que me aproximei do lago, fui obrigada a parar. Podia sentir os animais que ali viviam, podia sentir a atmosfera mudar e eu sabia que não demoraria para me transformar. Olhei para o céu e as nuvens saíram de perto da lua, anunciando que era a hora. Outra pontada forte, quebrava meus ossos, apressei-me para me despir, odiava ter que rasgar minhas roupas e ao menos teria algo para vestir depois. Tirei meus colares e as roupas de cima, ficando apenas de calcinha e sutiã, logo em seguida a retirei também. A dor era terrível e caí ajoelhada, lambuzando meus joelhos de lama. Outro grito era ecoado, ao menos ninguém ouviria uma garota gritar como se estivesse tendo todos os ossos quebrados ao mesmo tempo. Respirava ofegante e meus olhos tornaram-se maiores do que o normal para humanos, a transformação estava em andamento. A parte pior era transformar, ter sua pele rasgada, ossos quebrados, mas depois havia a sensação de alívio. Era como se você fosse livre, você poderia correr livremente e isso te acalmava, trazia paz interior. Meus cabelos estavam molhados e então o nariz deu forma de um focinho e minhas unhas cresceram e então era um lobo. Eu era um belo lobo branco, os belos olhos azuis cintilavam.

Não sei por quanto tempo corri pelas matas, mas estava exausta e por fim pude voltar a forma humana. Meu corpo estava ensanguentado e tive que me limpar em uma toalha que trouxera. Pude sentir a respiração menos ofegante e me sentia em paz. Abri um leve sorriso, me aproximando do lago. As águas cristalinas sob o luar era algo místico e maravilhoso. Poderia ficar admirando-a por horas mas, a sede era maior. Enchi minhas duas mãos com a água cristalina e límpida. Ouvi um barulho e me virei rapidamente, poderia ser algum animal, sim, aqui havia muitos por conta da água. Outro barulho e então me enrolei na toalha, ainda não havia me vestido. Meus olhos percorriam por toda a extensão do local. Será que era alguém com más intenções? Sim, não podia confiar em qualquer um. Tinha que ter cuidado. Engoli em seco e deixei a beira do lago, caminhando até o tronco da árvore.
- Quem está aí? - Perguntei com cautela. Meus olhos estavam em alerta, qualquer movimento eu saberia me defender. Eu era ótima em lutas, treinava diariamente para esse tipo de situação.

•• TAG: Sozinha •• Music: Wake Me Up •• Note: HERE •• ©
here's Convidado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Lago Espelho

Mensagem por Convidado em Sex Out 31, 2014 9:57 am





 
 
 









Transformation, Renewal, Life..



Mesmo passando varias e varias vezes por aquela transformação eu parecia não me acostumar. Era noite de lua cheia meu corpo mostrava sinais claros que precisava de liberdade, estava no meio de algumas pessoas conversando quando a dor começou, disfarçar não era um forte meu, saio correndo o mais rápido que consigo, esbarrando em algumas pessoas sem querer meu destino era claro, e calmo o lago era onde eu liberava essa fera que existia em mim. sinto meus ossos começarem a quebrar, a transformação sempre era dolorida, poderia passar mil anos e eu jamais me acostumaria a essa dor. A lua agora brilhava no céu e estava completa, minha forma de lobo Branco e Preto com olhos verdes estava livre. 

Corri por toda aquela extensão o máximo que meu corpo aguentou, estava perto do lago quando comecei a me transformar em humana novamente, minha respiração se acalmava e uma certa liberdade invadia meu ser novamente, as vezes a dor valia a pena, caminhava para me banhar quando vi alguém ali a beira do lago, coberta de sangue, quem seria? espio com cautela mas não conhecia aquele rosto, não me era familiar, um certo receio sefez presente, dou um passo para tras e piso em um galho seco fazendo um barulho irritante - Droga! - falo a mim mesma, vejo que desperto atenção da garota que logo pergunta Quem esta ai? Eu estava assustada confesso, mas mesmo assim respirei fundo enrolada na toalha, e apareci, com a cabeça baixa, quieta, medrosa - O..oi..desculpe..eu não sabia que teria alguem aqui... - Sorrio de canto, levantando a cabeça, sim eu ja tinha visto ela uma unica vez, mas ja tinha visto, não sabia o nome, mas havia visto, me aproximo um pouco mais estendendo a mão - Meu..nome é Emma e você é? - Dou um sorriso tentando parecer acolhedor.


Do not be afraid of Me..

here's Convidado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Lago Espelho

Mensagem por Convidado em Ter Nov 11, 2014 2:24 am


Conto de fadas
Capítulo 1
Era uma noite de calor, onde a lua cheia tomava conta do céu, este completamente tomado pelas estrelas. Estava um tanto que entediado e não conseguia dormir. Havia me revirado de um lado para o outro e nada. Bem, para ser sincero eu nunca conseguiria mesmo. Era apenas sete horas da noite e eu geralmente dormia sempre após as duas da manhã. Mas, por alguma razão eu tinha que levantar cedo no outro dia, mas certamente eu não iria.
 
Meus pais fariam um ritual na manhã seguinte e desejava que meus irmãos e eu estivéssemos presentes. Mas aquilo não combinava nenhum pouco comigo. Meu pai vivia dizendo que eu era o filho rebelde, que não tinha respeito algum pelas tradições da família. Era uma verdadeira injustiça, mas eu aguentava aquilo calado. Era verdade que as vezes eu surtava e chutava o pau da barraca, mas não era este monstro que a minha família tanto pintava. Mas o que posso fazer? Eu sou deste jeito.
 
Assim que terminei de colocar as minhas vestes, estas como sempre negras, sai pela porta dos fundos do meu quarto. Já era um mestre, mas ainda assim tinha que respeitar as regras de casa, o que eu quase nunca fazia. Meu pai já esperava aquele meu tipo de comportamento, dizia que eu não tinha mais jeito e que o jeito era depositar suas esperanças em minha irmã caçula e no meu irmão. Claro que ele não sabia da missa nem um terço, mas não era um traíra e não os entregaria. Se ele queria deixar tudo para eles? Que fizesse logo. Assim eu ficava livre daquelas frescuras todas.
 
Deixei que meus pés me guiassem pelas ruas da aldeia e quando me dei conta, já estava dentro da floresta. Por alguma razão me sentia bem ali e os animais me entendiam melhor do que qualquer um. Ali era onde estavam os meus verdadeiros amigos, uma vez que eu levava uma vida solitária. Não importava aonde eu ia, sempre era apontado como o filho que quebrou as tradições da família. O que eu havia feito? Havia me deitado com uma moça qualquer antes do casamento. Meu pai jamais aceitaria aquilo. Ok! Não era uma moça qualquer. Era a minha prima e segundo eles eu seduzi a moça e a desonrei quando não quis me casar. Mas o que não sabem é que foi ela que se deitou nua na minha cama. Como resistir?
 
Lembrar de tudo aquilo me deixava emburrado e me levava para um mundo onde tudo era diferente. Não tinha me dado conta, mas já havia chegado até o lago espelho. Era um lugar que eu sempre gostava de ficar, ali eu poderia refletir e o som tranquilo das águas cristalinas do lago me deixavam ainda mais calmo. Sentei-me a beira do mesmo, deixando com que meus pés brincassem dentro da água fria e permiti que a minha mente voasse longe. Estava calor e logo a ideia de um banho pelado me agradou. Retirei a minha camisa e quando me preparava para tirar a calça, notei que estava sozinho. Uma garota me olhava, parecia assustada. Não sabia o que dizer, muito menos quem ela era. Era a primeira vez que estava vendo aquela mulher, porém, sentia-me como um conto de fada. Era tão linda... Fazia meu coração bater mais forte. – Olá! – disse com um sorriso sereno. – Você está bem?

TAG: Leah Sinclair
Copyright © 2014 All Rights Reserved for Lotus Graphics
here's Convidado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Lago Espelho

Mensagem por Convidado em Seg Nov 17, 2014 1:25 am

Trouble

Eu era uma Sinclair e estava em meu sangue me tornar uma guerreira e caçadora. Por séculos a linhagem Sinclair passava pelo tormento dos poderes e nunca falhavam. Ora ou outra, acontecia, mas raramente. E cá estava eu, a única Sinclair existente. Não sobrara ninguém além de mim para contar sobre as tradições Sinclair. Perdi todos pelas guerras dos círculos e isso me consumia, me irritava. Sempre arrumando brigas, não me restou escolha senão treinar. Aprendi a lidar um pouco com raiva. Ninguém jamais soube que eu detestava os círculo e jamais poderiam saber. As leias de Irmadim eram brutas e não iria correr o risco. Não tinha um amigo sequer e não me importava, a vida me fez ser uma pessoa amarga. Se eu sentia falta de algum amigo? Não mais do que minha família, mas sentia. Engraçado era que eu sempre brigava e discordava com meus pais. Minha irmã mais nova também morrera naquele dia. Como sobrevivi? Estava caçando e por a incrível coincidência, sobrevivi. Ao voltar para a minha casa, a vi em chamas. Disseram que meus pais haviam ajudado ao círculo negro. Resolveram não me executar pois eu ainda estava na academia e não tinha motivos para isso. O tempo me ensinou a curar o machucado e a dor, aprendi a viver sozinha e sem rebeldia. A noite era iluminada pela luz da lua, uma bela lua cheia devo dizer. O lago era o local que me acalmava, de alguma forma sentia como se estivesse próxima de algo. Por fim, decidi mergulhar um pouco, retirei minhas roupas e armas e adentrei o lago. Minha respiração sempre fora uma das melhores e conseguia ficar um bom tempo debaixo d'água. Podia sentir como se a água me renovasse e desse esperanças de alguma coisa boa. Assim que voltei para a superfície encontrei um rapaz que já nadava tranquilamente, ele não parecia ter me notado de inicio, e quando notou revirei meus olhos e nadei até a beira do lago, onde minhas coisas estavam. Saí das águas, deixando que as gotas de água escorressem pelo meu corpo nu, não me importando se ele estivesse olhando.  – Olá! – Falei rispidamente enquanto puxava as roupas caídas no chão, vestindo-me calmamente. Fazia isso sem nem ao menos me preocupar se um homem estava me encarando. – Eu estava até você falar. - Terminei de vestir minha calça preta, não gostava de usar os vestidos que as garotas normais costumavam vestir. Virei-me para o homem que ainda estava no meio do lago e cruzei os braços, arqueando o cenho levemente. Eu me perguntava se ele ficaria ali me encarando ou iria logo querer arrumar briga. Quando eu queria relaxar, o destino me fazia essas brincadeiras, mandando as brigas até a minha cara. Soltei o ar com força e me abaixei, pegando minhas armas. Ele não iria fazer nada, ao menos não aparentava e se fizesse estava preparada.

TAG: Charlie • How'm I Supposed to Die • © Lotus Graphics
here's Convidado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Lago Espelho

Mensagem por Convidado em Seg Nov 17, 2014 4:21 pm


Conto de fadas
Capítulo 2

Aquela jovem fora completamente abençoada pela beleza. Parei por alguns instantes a observando, admirando seus traços perfeitos. Sentia meu coração bater de forma acelerada e por alguns instantes as palavras me deixaram. Respirei fundo, sentindo a agua gelada percorrer por meu corpo, que por sua vez apenas cobria a minha cintura. Era uma cena completamente estranha, já que eu estava sem roupa alguma. Sinceramente, esperava que não ser obrigado a sair da água.
 
Mas, as coisas não demorei a perceber que estava diante de uma garota completamente diferente das outras. Meu queixo caiu quando ela deixou o lago em direção as margens, onde suas roupas estavam. A garota estava completamente nua e aquilo apenas serviu para me deixar ainda mais hipnotizado. Ela tinha uma bunda perfeita, da qual eu não conseguia tirar os olhos. Senti um pequeno volume se formar entre as minhas pernas e logo comecei a pensar em qualquer coisa, exceto naquele corpo estrutural que ´já fascinava.
 
. – Não queria te incomodar. - falei de forma serena, ignorando o jeito arrogante da mulher. Suas vestes não eram iguais as das outras meninas da aldeia, mas para ser sincero. Isso não me incomodava nenhum pouco. Sempre gostei de pessoas diferentes, tinha um mistério que me intrigavam, em outras palavras, me causavam um fascínio praticamente impossível de se dizer. Mas nunca alguém me deixou tão curioso, quanto a jovem que me olhava das margens do lago.
 

Assim como ela havia feito e sem nenhum volume entre as pernas, andei em direção a margem, revelando o meu corpo completamente nu para a garota. Ela estava próxima a sua roupa, mas ainda continuava hostil. Olhando mais de perto ela não era tão estranha, mas quando a vi pegar as armas, meu coração bateu ainda mais forte. Daquele jeito ela me deixaria totalmente apaixonado por ela... – Não estou aqui para brigar... - falei erguendo minhas mãos em direção a garota, mas como não era besta e também não queria morrer, tratei logo de pegar a minha espada, porém não a apontei em direção a minha suposta rival. Esperava resolver aquelas coisas de coisa amigável, sem criar nenhum problema. Por isso, optei pela sinceridade. . –  Eu apenas queria ficar aqui no lago para refletir um pouco em minha vida. Estou farto destas pessoas falando de mim e me enchendo o saco. - confessei, embora não sabem porque havia feito aquilo. – Sou Charlie. - disse estendendo a minha mão para a menina. Esperava realmente que ela aceitasse a minha oferta.

TAG: Leah Sinclair
Copyright © 2014 All Rights Reserved for Lotus Graphics
here's Convidado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Lago Espelho

Mensagem por Convidado em Seg Nov 24, 2014 1:01 am



TURNO ENCERRADO

O turno foi encerrado, todo e qualquer post em continuação a este dia/evento será apagado sem aviso prévio.
O próximo turno se passara em EXATOS um mês após o anterior, então desenvolvam o personagem nesse tempo.
code designed by doll from the pretty odd
here's Convidado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Lago Espelho

Mensagem por Conteúdo patrocinado

here's Conteúdo patrocinado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum