Hunter Witches RPG Brasil
Bem Vindo!

Em um mundo aonde uma profecia previu o nascimento de dois gêmeos cujo se confrontariam pelo poder do maior mago existente na história, o planeta terra fora atingido por um feitiço feito por um deles assim ativando poderes ocultos em alguns humanos descendentes de bruxos passados, agora a caçada para guerreiros que possam ajudar ambos os lados se iniciava...

Qual será seu lado ?

Cemitério das Almas

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Cemitério das Almas

Mensagem por Convidado em Dom Nov 25, 2012 1:18 pm



O cemitério de Irmadim, localizado na parte mais oculta da floresta. Quase ninguém frequenta o local, apenas os que gostam de conversar com os mortos ou usufruir dos espíritos que dizem vagar por ali...
here's Convidado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cemitério das Almas

Mensagem por Thor em Qua Out 29, 2014 6:10 pm





the holy mage


O jogo de gato e rato, estava começando a entediá-lo, é claro que Klaus nutria um certo apresso pela caçada, porem, nem sempre a mesma era bem vinda. O bruxo então riu da fala da mulher. - Me odeia? Se me odiasse, teria tentado fugir. Ao invés de correr e parar. - Sabia que as palavras iriam irritá-la, mas era isso que ele queria, queria vê-la com ódio e assim mostrar-lhe seus verdadeiros dons. - Teria usado todos os seus poderes para tentar escapar de mim, mas preferiu ficar aqui. - O sorriso de deboche no rosto de Klaus, sua marca registrada se fazia presente.

Klaus se aproximou dela, corpos ficando cada vez mais próximos, sentindo a corrente elétrica percorrer seu corpo. Sabia que se envolver com uma mulher que não pertencia ao seu círculo seria um problema, ainda mais com uma que alegava criar seu próprio círculo. Não que isto fosse um problema, uma vez que nenhum dos círculos aceitariam isso e muito menos a Santidade. Klaus olhava no fundo de seus olhos, um olhar intenso com vontades e desejos, que quebravam tudo o que ele julgava ser correto. E então a beijou, novamente toda aquela energia percorreu seu corpo, sentia em seus lábios uma verdadeira torrente.

Carceris - As mãos de Faye se prenderam em duas algemas de energia. - Me desculpe por isso. - Klaus levou as mãos ate a cabeça da bruxa proferindo um poderoso feitiço que iria apagar da memória dela, o fato dele ter tido pertencer ao círculo negro. - Eu sei que dói, mas é necessário. - Disse no momento em que terminava o feitiço. - Tudo o que te disse é verdade, este ato meu não muda nada. E eu sei que pode mudar pra você, mas eu espero que não mude Faye. - Klaus estava arriscando em prende-la, mas era necessário.

- Faye Chamberlain, está presa por associação ao círculo negro, ao proteger um deu seus membros. E por viajar entre os mundos. - Começou dando a ordem de prisão. - Com o poder da Santidade, conferido pelo Mago Supremo e pelo Príncipe Regente, eu Klaus Kauffman, te prendo em nome da paz de Irmadim. - Em todas as vezes que usara essas palavras nunca sentira o peso delas, ate agora. - Tudo o que dizer será usado contra você. A partir de agora sua mente não é mais sua, todas as informações contidas em seus pensamentos poderão e serão acessados durante sessões de interrogatório, caso seja provado sua inocência a Santidade retirara as acusações. Klaus a abraçou, transformando o ar a sua volta em um turbilhão negro, que ascendeu aos céus em direção a academia.


ENCERRADO PARA KLAUS E FAYE

Idade :
25

Ver perfil do usuário
here's Thor
avatar

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cemitério das Almas

Mensagem por Convidado em Dom Nov 09, 2014 11:56 pm




The sweet nightmare


i'm not just waiting

i’m walking to find you

Cada um possuía uma visão diferente da mesma Irmadim. Amélia enxergava apenas um lugar cheio de pessoas desprezíveis e até mesmo entediantes. Desde a vingança, busca com cuidado e escolhe a dedo novos membros para o círculo, afinal, não admitia pessoas fracas próximas de si.
O cemitério era seu lugar de paz, de reflexão, e também o lugar onde as energias ancestrais eram mais fortes. Era fim de tarde, um sombrio, quando a mulher estalava os saltos dos sapatos na terra. O vestido pesado em tons de vinho arrastavam pelo chão. A bruxa parou em à cripta dos pais, e como em um filme, seus dias com eles começaram a passar diante de seus olhos.


-Obrigada por me lembrarem de onde eu vim.


Disse baixinho, como se eles realmente pudessem ouvir. Foi quando um calafrio percorreu sua pele. Seu corpo se arrepiou em um sinal conhecido, e ela sabia exatamente o que estava acontecendo. Se virou calmamente, esperando que a pessoa aparecesse.


-Quem está aí ?


Perguntou sem muita cerimônia ou surpresa.
subtitulo lala
(c)
here's Convidado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cemitério das Almas

Mensagem por Convidado em Seg Nov 10, 2014 10:58 am


your nightmare comes to live
Dragged ya down below, Down to the devil's show, To be his guest forever, Peace of mind is less than never
C
aminhava lentamente pelas las mais sombrias da floresta de Irmadim. Seus olhos atentos e perspicazes o fazia analisar a todos os cantos, não só em busca de algo para utilizar eu seus rituais, como também em estava em busca de uma vítima, desejava completar seu ritual novo ritual com sacrifício, com o sangue de um jovem rapaz. Bash sabia das propriedades do sangue de virgens, mas havia descoberto que o sangue de rapazes virgens eram extremamente mais fortes que os de donzelas.  

Luthor retirou uma pequena chave de prata adornada com uma esmeralda entalhada em formato de dragão de seu bolso. - Abra portão do Dragão. = A chave brilhou, emanando uma enorme onda de energia, revelando um dragão com a pele verde e escamosa. - Draco, use seus poderes e sobrevoe a área para mim, quero saber se existe algum ser vivo por aqui. - Enquanto o dragão alcançava os céus, Bash seguia ainda mais em direção ao interior da floresta, logo estaria no cemitério. Após alguns minutos o dragão retornava, estava em sua forma diminuta, um versão miniatura de sua verdadeira forma, passou as informações ao seu mestre e em um feixe de luz de desapareceu.

O sorriso no rosto do homem, não era de vitória ou algo do gênero, era mais algo sádico, sórdido e sombrio. Seus passos ficaram mais rápidos, sua mente focada, na figura que se fazia presente no cemitério. Ele sabia que assim que adentrasse ao perímetro dos poderes da mulher, ela saberia que não estava mais só, mas para ele isso não importava. Quando chegou a viu, olhando para os túmulos. - A Dama de Ferro, buscando conforto com os mortos. - O tom áspero e arrastado de sua voz revelava sua posição.

Deu alguns passos a mais, revelando seu rosto e corpo, com vestes negras, que estavam alinhadas perfeitamente na altura de seus pés. Algumas faixas adornavam o torço, ombros e cinturas. Milhares de escrituras e sânscritos estava bordados em delicadas filigranas, em cada uma das faixas de cor cinza. - Há algum tempo você seria capaz de dizer quem era. - Provocar Amélia, era algo comum para ele.  - A decadência também se abateu sobre você. -  O tom de sua voz era um misto de ironia e provocações.

here's Convidado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cemitério das Almas

Mensagem por Convidado em Seg Nov 10, 2014 2:11 pm




The sweet nightmare


i'm not just waiting

i’m walking to find you


Amélia apenas ignorou a primeira parte da provocação. Sabia de si, e não precisava da opinião de terceiros. Muito menos a de Sebastian.


- Desculpe, eu te conheço ?


Sim, ela o conhecia. Também era um bruxo poderoso, e não tinha interesse em atacá-lo ou coisa do tipo. Ele não fazia ideia de quem eram as pessoas enterradas ali. Sem mais delongas, a bruxa se levantou, antes que ele pudesse reparar nos túmulos. Ela o encarou, enquanto ele passava a frente. Não pôde conter a resposta a segunda provocação.


- Oh ! Querido, eu até poderia perder meu tempo discutindo meus poderes com você. Mas isso não é da sua conta, e .. Ah ! Sua opinião não me interessa.


Sua risadinha seguinte foi cheia de sarcasmo. Realmente tinha mais coisas para fazer. Muitas mais. O ambiente estava pesado, exatamente como fora em todas as vezes que eles se cruzaram. A bruxa não perdeu a oportunidade de se aproximar dele e dizer com os lábios bem próximos de seus ouvidos:


- Vá procurar uma linda dama loira e encantadora para te distrair. Se é que na sua idade isso é possível. Não tem muita vida por aqui. Sabe como é ..


A mulher sabia que ali tinham muitas coisas. Sabia que ele nem ligaria para o comentário. Empinou o nariz, levantou a barra do vestido e começou a caminhar.

subtitulo lala
(c)
here's Convidado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cemitério das Almas

Mensagem por Convidado em Seg Nov 10, 2014 6:35 pm


your nightmare comes to live
Dragged ya down below, Down to the devil's show, To be his guest forever, Peace of mind is less than never
O
a encarou, de cima a baixo, analisando atentamente as expressões da mulher. Ignorou sua fala, enquanto se aproximava mais da mulher. - Sabe que poderíamos dizer que isso não é verdade... - Deixou a frase morrer, havia alguns anos que os bruxos haviam se encontrado pela primeira vez, eram mais novos e um tanto mais impacientes, o que levou a horas de discussões.

Seus olhos se estreitaram, enquanto percebia  a aproximação da mulher, escutou as palavras em seu ouvido, o que fez os pelos de sua nuca se arrepiarem. - Parece que está muito interessada com o que faço ou deixo de fazer em minha vida. - Sebastian estava na casa dos quarenta anos, mas isso não o fazia ser menos atraente, o fato é que na verdade, sua aparência melhorava com sua idade. - Existe um ritual bem fácil, que pode tirar o azedume de sua vida, minha querida. - O sorriso de deboche nos lábios de Bash era perceptível.

Levou seu rosto ate a orelha de Amélia. - Podemos fazê-lo aqui e agora. - A voz grave era sussurrada no ouvido de Amélia, os lábios fazendo contato, a barba por fazer roçando levemente no pescoço da mulher. Uma das mãos acariciando o rosto da morena. - Agora eu profiro as palavras, estaremos a um passo de iniciarmos. - A mão descendo levemente pelo pescoço, descarregando uma leve corrente elétrica por onde passava. - Estaríamos mais próximos. - Bash então a virou, ficando cara a cara com a mulher.

Agora, basta o contato. - Luthor sem pensar duas vezes a beijou, fazendo todo o seu corpo estar em contato com o da mulher. - Agora me diga, se eu posso ou não continuar com o ritual. - A provocação estava de volta, sabia que não deveria parar, mas gostava de ouvir o pedido, não importava em qual caso fosse, sexo, amor, beijos ou quando suas vítimas imploravam, ele gostava de mostrar o quanto poderia ser misericordioso em conceder o que a pessoa tanto desejava.



here's Convidado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cemitério das Almas

Mensagem por Convidado em Seg Nov 10, 2014 8:47 pm




The sweet nightmare


i'm not just waiting

i’m walking to find you



Mais de duas décadas antes quando a mulher ainda atendia por Amy e estava em treinamento, ela e Sebastian eram bem mais próximos. Contrariando estereótipos dos círculos, ele foi seu primeiro amante. Nada que fosse muito a frente, ou que ficasse a frente de sua vingança. Sebastian sempre entendeu as razões e os motivos da jovem bruxa. No fim das contas, eram muito parecidos.


As provocações a faziam lembrar daquele tempo, e a mulher tinha certeza de que aquilo era proposital. De que ele as fazia exatamente com aquele objetivo. Parou e riu mediante sua declaração.


- Oh, querido ! Nós já transamos em mais lugares que eu possa contar. Vai por mim, sua vida sexual está na posição 5.492 da minha lista de interesses.


A cada passo que ele dava ela tinha mais certeza do que viria a seguir. Seus corpos se comunicavam sem de fato verbalizar. Quando ele a beijou não houve surpresa, ela já esperava por isso. Não houve emoção, pois ambos eram praticamente desprovidos de sentimentos. Seus corpos estavam colados, depois de tantos anos. Poderiam brigar como cão e gato, mas sua química era indiscutível. Assim que o beijo acabou, lá estava ela. A boa e velha provocação. Ela não caía nessa. Nunca caiu, na verdade.


- Eu não preciso te pedir e você não precisa de permissão. Você quer ou não ?


A pergunta simples e direta tinha voltado a provocação para ele. Mas a bruxa não era conhecida por sua paciência ou por sua enrolação. E não era como se não conhecesse cada centímetro daquele corpo. Avançou até ele e o beijou, sabia exatamente o que fazer, era ávida. Usou de sua experiência e sentiu sua excitação, e a excitação do homem. E partiram para o ato quente. Não tinham mais idade para joguinhos ou coisa do tipo.



subtitulo lala
(c)
here's Convidado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cemitério das Almas

Mensagem por Convidado em Ter Nov 11, 2014 6:19 pm


your nightmare comes to live
Dragged ya down below, Down to the devil's show, To be his guest forever, Peace of mind is less than never
B
 ash a encarou, seu olhar estava um tanto vago, afastou-se de Amélia, de fato a mulher não pedia, assim como ele era cabeça dura e um tanto irritante, mas desta fez ele não faria nada do que ela esperava, uma linha torta estava em seus lábios. – Desculpe, sweetheart! – O forte sotaque de Sebastian se fazendo presente. – Desta vez, precisarei de seu pedido falado. – O porquê de Luthor estar interessado no pedido, era um mistério para qualquer um que não fosse ele próprio.
 
Seus olhos azuis encaravam os da bruxa, há muito tempo que seus caminhos haviam se divergido, cada um seguiu para um círculo, aquele lhe condizia mais com seus propósitos e ideologias. Bash sempre fora um bruxo superior aos outros, seja por sua linhagem ou por ser poderoso, considerar-se um deus encarnado, não era tão diferente do que já fazia. E havia o ponto principal, estava liberado para realizar seus rituais e sacrifícios sem ter que prestar contas com qualquer outro.
 
O círculo negro, por outro lado era um tanto mais rigoroso com as mortes que podiam fazer. Somente em momentos de rebelião, a matança era totalmente liberada. Para Bash, isso não era liberdade. Com esses pensamentos na cabeça, limpou o canto da boca com as costas da mão. – O tempo, está acabando. – A voz firme se fazia presente, no discurso do homem. Bash não desviava o olhar, nem por um momento do de Amélia. 


here's Convidado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cemitério das Almas

Mensagem por Convidado em Qui Nov 13, 2014 11:37 pm




The sweet nightmare


i'm not just waiting

i’m walking to find you



Amélia sabia exatamente onde o homem queria chegar. Precisava ter seu ego inflado, muito provavelmente para camuflar sua falta de autoconfiança, pensava a mulher. Mas ela não estava ali disposta a joguinhos. Não estava com paciência para as manobras do homem. Quando ele se afastou, a bruxa conteve um pico de raiva, e não fez questão de esconder uma ponta de decepção. Não pelo homem em si, mas pelos momentos de diversão que se converteram em uma situação enfadonha.


O encarou por um longo tempo. Observava atentamente cada músculo de seu corpo. Podia ouvir seu ego gritando e esperando pela resposta. Sua altivez era decorrente de sua posição, e seu ego, decorrente de pessoas que davam confiança para esse tipo de atitude. O que o bruxo esquecera, ou não, era que Amélia não era uma bruxa qualquer, assim como ele. Estava acostumada a lidar com pessoas tentando diminuí-la de alguma forma.


O olhar de desejo se transformou em olhar de asco, mesclado com uma ponta de desprezo. Amélia respirou fundo e quebrou o silêncio, pronunciando cada palavra em seu tom mais calmo e civilizado.


- Quer dizer que você precisa que eu te peça … ok. Sebs .. por favor .. cordialmente ..


Disse em tom zombateiro e irônico. Fez uma referência ao modo como o chamava quando eram mais novos.


- Vá se f*d*r ! Não sou suas p*t*s ! Não desceria a tal nível nem se você fosse o último homem no mundo.


Ela não conteve a risada. Ele sem dúvida já imaginava qual seria sua reação. Não deu tempo para respostas. Pelo menos não ouviu o que disse. Antes disso já tinha sumido na escuridão da noite.


ENCERRADO PARA AMÉLIA






subtitulo lala
(c)


Última edição por Amélia Gardmaere em Seg Nov 17, 2014 1:32 pm, editado 1 vez(es)
here's Convidado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cemitério das Almas

Mensagem por Convidado em Seg Nov 17, 2014 11:43 am


your nightmare comes to live
Dragged ya down below, Down to the devil's show, To be his guest forever, Peace of mind is less than never
O
 bruxo havia entrado em uma de suas epifanias, naquele momento não existia mais ninguém além dele próprio no cemitério. As palavras de Amélia zoavam distantes e sem força suficiente para atingir ao subconsciente de Bash, ele estava perdido dentro de sua própria mente. Revivendo seus próprios passos, enquanto estava flutuando a bons cinquenta centímetros do chão, as pernas cruzadas em forma de borboleta, sua mente vagava pelo confins do lago de pensamento. Tempo e espaço não afetavam sua mente neste estado caótico.

Quando acordou estava completamente só, ficou em pé, sentindo o toque suave dos pés no chão de pedra e grama do cemitério. Passou a mão em suas roupas, fazendo as runas brilharem escarlate. - Amélia, não sei o que você pensa que eu faria, mas lhe digo tudo o que falei é verdade, posso tratar o mal que lhe persegue, basta você pedir. - Conforme o bruxo falava, as runas se desfaziam em suas vestes, o feitiço faria com que o recado fosse levado diretamente a mente da mulher, não havia forma de não recebe-lo, era como uma flecha psíquica com um único alvo, um disparo certeiro e indolor.

Sebastian então virou-se de costas, estaria na hora de seguir para o Castelo Branco, deveria fazer uma pequena pesquisa com um dos Walkers do círculo, precisaria de ir ate os Registros Akashicos, sua mente ansiava por descobrir o que a mulher fazia no cemitério, além é claro de prestar seu luto. Cada ação era composta por milhares de pequenos ideias. - Abra portão de Gêmeos, Envolva-me com suas sombras. - O espírito de Gêmeos Umbra o envolveu com a escuridão que somente ele poderia oferecer. Controlando o espírito, Bash se uniu as sombras, desaparecendo do cemitério, como se nunca houvesse estado naquele lugar.

ENCERRADO PARA BASH


here's Convidado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cemitério das Almas

Mensagem por Convidado em Seg Nov 24, 2014 1:02 am



TURNO ENCERRADO

O turno foi encerrado, todo e qualquer post em continuação a este dia/evento será apagado sem aviso prévio.
O próximo turno se passara em EXATOS um mês após o anterior, então desenvolvam o personagem nesse tempo.
code designed by doll from the pretty odd
here's Convidado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cemitério das Almas

Mensagem por Conteúdo patrocinado

here's Conteúdo patrocinado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum